Resenha: A Menina Mais Fria de Coldtown, Holly Black


"É preciso sangue frio para chegar até o fim."

Com uma narrativa em terceira pessoa A Menina mais fria de Coldtown foi escrito pela autora norte-americana Holly Black. Antes de dar inicio a resenha quero comentar que acompanhei o marketing que a editora fez em torno do lançamento no Brasil e achei simplesmente incrível mesmo sem saber do que se tratava realmente a história, isso mesmo, a sinopse é tão discreta e ao mesmo tempo reveladora e no meu caso só me dei conta de que era uma história sobre vampiros quando comecei a ler o livro.

Logo no começo da história somos apresentados a uma adolescente chamada Tana que acorda no banheiro de uma casa onde passou a noite em uma festa, sem se lembrar de como foi parar lá ela sai no banheiro e se depara com vários corpos espalhados pelos demais cômodos da casa, entrando em um quarto ela se depara com seu ex namorado Aidan que está vivo mas infectado e ela sabe que em algumas horas ele não vai conseguir segurar sua sede de sangue.Junto com os dois na casa se encontra Gavriel, um vampiro de personalidade única e misterioso que Tana resolve ajudar pois estava acorrentado. Os 3 resolvem ir juntos para Coldtown pois Tana suspeita que está infectada também e precisa ficar de quarentena até que o vírus saia do seu corpo já que ela não quer se tornar uma vampira. As Coldtowns são cidades fechadas por muros onde vivem vampiros e humanos que por algum motivo querem ser infectados ou simplesmente se sentem melhor estando lá.


Apesar do tema vampiros ter caído no modismo, a autora consegue surpreender o leitor apresentando o vampirismo de um jeito diferente, tratando-o como uma doença. Os personagens são bem construídos, só o vilão que tinha tudo para ser um dos meus personagens favoritos mas deixou a desejar. E os personagens secundários estão na história por algum motivo e não simplesmente para aparecerem no livro.
Antes de cada capítulo tem uma citação relacionada a morte, o que deixa a leitura mais sombria, e gotas de sangue espalhadas nas páginas. 

Foi uma leitura com altos e baixos, tinha hora que a história era cansativa e hora em que eu não conseguia parar de ler, Enfim eu recomendo o livro para leitores de Young Adult que gostam de um mistério e um romance de leve.


A Menina mais fria de Coldtown foi publicado no Brasil pela editora Novo Conceito e foi nomeado pela Young Adult Library Services Association como o melhor livro de ficção. 



15 comentários:

  1. Eu nunca ia saber que esse livro se trata de vampiros háhá agora o título faz sentido, adicionado na minha meta de leitura.
    Beijos Mari =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensei a mesma coisa quando descrobri do que se tratava Pamela.
      Beijos

      Excluir
  2. Comprei esse livro por causa de tanta publicações que editora fazia do lançamento e adivinha quem não gosta de vampiros? Eu kkk
    Deixei o preconceito de lado e gostei do livro, menos do final
    my-book-fashion.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu esperava um final melhor mesmo, foi uma pena. Mas levando em consideração toda a história e personagens eu gostei do livro.

      Excluir
  3. Oiii Mari!!! Seu blog é uma gracinha Flor. Resenhas gostosas de responder e fotos lindas.

    elanaoquer.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Que kit lindo, eu quero um também
    Resenha fantástica Mariana, amei esse livro. Dá o kit pra mim? Fiquei com uma invejinha agora.

    lendoversos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaah esse kit é importante pra mim, não possa doar :(

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. sempre quis um kit da novo conceito, acho eles tão bonitos, não gostei desse livro nem um pouco, achei chato e só a Tana que me animou no livro

    ResponderExcluir
  7. Oi Paula, os kits da Novo Conceito são realmente lindos. A tana é uma personagem ótima mesmo, mas não achei chato o livro em si. Gostei da escrita da autora e dos personagens!

    ResponderExcluir
  8. Uau, eu não conhecia esse livro sobre vampiros, mas adorei saber que a autora tratou a história de uma maneira diferente do que o geral! Desperta muita curiosidade, e isso já pelo título. hahaha
    Ótima resenha!
    Beijos, Lerissa K. xD
    http://lerissakunzler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lerissa, comecei a ler exatamente por conta disso! Beijos e obrigada

      Excluir
  9. Eu já estava com vontade de ler esse livro, fiquei ainda mais kkk
    Beijos, Jessica
    http://ohamoramia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir