Lançamento: Aranhas Moto Clube - Mari Sales


Tem lançamento vindo por aí, e para apresentar o trabalho da querida Mari Sales, vamos ter muitas postagens nesta semana a respeito dessa série que eu estou amando!


Sobre a série Mulheres no Poder


Em busca de um diferencial nas histórias, principalmente quando se trata de Moto Clubes, a autora Mari Sales escolheu colocar protagonistas mulheres em posição de poder e força ao invés de ser vítima e submissa.
Com o grande movimento feminista em ascensão, exaltando que as mulheres podem ser o que elas quiserem, estava na hora de termos uma outra opção de enredo, estava na hora da mocinha ser a mulher forte e de destaque e o mocinho, dessa vez, ser o coadjuvante e companheiro.
Adoramos clichês, mas gostamos também de histórias criativas e não convencionais. Ter uma mulher em posição de chefia é um desafio, uma vez que para equilibrar o poder, um tem que ser dominante e o outro o submisso. Porém, a autora conseguiu encaixar o mocinho como companheiro ao invés de submisso, tornando o casal mais real.
A autora iniciou a construção dessa série, mas não teve a intenção de ser exclusiva sobre Moto Clubes. Porém, com o passar da escrita e criação do enredo, ela percebeu um padrão e decidiu explorar esse mundo das motocicletas e mesclá-las com as mulheres poderosas: Valentine, Rachel e Nina.
Apaixonada por motos, alocada no mercado de trabalho em uma profissão mais masculina (Analista de Sistema) e multitarefa, Mari Sales diz gostar de desafios e escrever histórias atraentes, onde quem manda é a mulher. É comum vê-la imaginando todas as histórias que lê, invertendo os papéis do mocinho e da mocinha. Nem sempre funciona na sua mente, mas no papel, com o Moto Clube, está dando certo.
Como toda mulher, as protagonistas têm suas dúvidas, inseguranças e teimosias. Para estar ao lado delas, os mocinhos deverão trabalhar e muito para conquistá-las.
As relações entre os personagens principais são maduras e as histórias possuem um objetivo além do romance.


Sobre os Moto Clubes




Selvagem Moto Clube é presidido por Valentine Savage, filha de John Savage, que morreu de câncer no primeiro livro da série. É um Moto Clube exclusivo de motos estradeiras, as marcas mais conhecidas são Harley Davidson e Trump. Não estão envolvidos com nada ilícito. Os membros principais são Valentine (presidente), Doc (Brian, o médico), Playboy, Rock, Logan, Johnny e Carter. O Moto Clube possui duas oficinas mecânicas e uma loja de peças automotivas. Eles também prestam serviços de segurança em estabelecimentos como bares e pubs.



Aranhas Moto Clube é presidido por Victor Aranha, exclusivo de motos esportivas (Kawasaki Ninja) e estão envolvidos com várias coisas ilícitas. Sua fonte de renda está na ilegalidade. Há quem diz que Victor está querendo sair do ramo da ilegalidade, mas até que se confirme o contrário, ninguém sabe ao certo.


Piratas Moto Clube é presidido por Perez, não há padrão de motocicletas pelos membros e não estão envolvidos com nada ilícito, oficialmente. Seu ofício e fonte de renda são três bares na cidade.
Com exclusividade, apresentamos o Vênus Moto Clube! Ele é presidido por Marta Fayes. Não há informações concretas sobre o ofício do Moto Clube, uma vez que seus membros não são expostos, mas são exclusivos de mulheres. Elas possuem fama de punirem os homens que praticam violência doméstica.
Sejam bem-vindos a esse universo e vamos fazer contagem regressiva para o Aranhas Moto Clube!



2 comentários:

  1. Apesar de não gostar desse negocio de moto clube, o nome da série despertou meu interesse.

    ResponderExcluir